Comunicação-não-violenta-como-resolver-conflitos-em-inglês-abaenglish

Comunicação não violenta: como resolver conflitos em inglês

Na vida cotidiana, tanto na família como no trabalho, é natural ter diferenças, ou se sentir magoado com as palavras ou ações de alguém próximo a nós. No entanto, para fazer a diferença, é importante estar atento à forma como lidamos com as dificuldades e como as lições que aprendemos tornam-se um tesouro.

Frequentemente, o primeiro caminho que queremos tomar é o de um acesso de raiva ou fuga, mas ambas as reações não são adequadas. Se as reações exageradas levam a consequências desagradáveis, não resolver conflitos com os outros leva a um agravamento da situação e ao rompimento de relações. Para evitar isso, não deixe passar muito tempo antes de tomar medidas e siga estas pequenas precauções:

  • Não reaja por impulso
    Se você perceber que está a ponto de perder a paciência, é melhor se afastar e enfrentar a situação mais tarde, quando liberar sua ira e puder controlá-la melhor.
  • Tenta olhar a situação objetivamente
    Não é fácil ver a situação com os olhos de uma outra pessoa, especialmente se ela feriu nossos sentimentos. Em vez disso, tenta se aproximar para perguntar o que aconteceu e analise os fatos com a cabeça fria, tentando considerar o máximo de elementos possível.
  • Mostre empatia
    Longe de ter que dar razão aos que não a têm, mostrar empatia significa manifestar compreensão pelos sentimentos da outra pessoa, e isso favorece uma comunicação construtiva.
  • Mostre-se disponível para admitir seus erros
    Pode não ser fácil admitir, mas, geralmente, a razão nunca está só com uma das partes. Você deve estar preparado para admitir suas responsabilidades, mesmo quando não seja fácil.
  • Seja assertivo
    Aprenda como apresentar suas razões com calma, mas com clareza. Expresse seus sentimentos a respeito e, em vez de apontar o dedo, fale de si mesmo, de como se sente e por que.
  • Escute
    Longe de limitar-se a falar, prepare-se para ouvir as razões do outro e, se possível, admita também uma mudança de perspectiva.

Frases

Vejamos agora algumas frases em inglês que fazem parte de uma linguagem assertiva, respeitosa e apropriada para resolver conflitos, tanto na vida privada como profissional.

Mostre empatia…

I understand the way you feel, but…
(Eu entendo como você se sente, mas…)

I am really sorry you feel this way, but I didn’t mean that…
(Lamento que se sinta assim, mas eu não quis dizer isso…)

I see your point, but…
(Eu entendo seu ponto de vista, mas…)

Admita seus erros…

I am sorry if I was misunderstood.
(Desculpe se não me entenderam)

I am sorry for not expressing myself in the right way.
(Desculpe se não me expressei da maneira correta)

Seja assertivo…

I felt bad because…
(Me senti mal, porque…)

Honestly, I didn’t expect you to act in that way.
(Sinceramente, não esperava que você agisse dessa forma)

I was hurt by what you said.
(Me senti triste pelo que você disse)

I don’t think you acted in the right way.
(Eu não acho que você tenha agido da maneira correta)

I feel as if I have been accused of something I have not done.
(Eu sinto como se houvessem me acusado de algo que não fiz)

I admit that I am a bit sensitive, but it hurts when someone talks to me in that way.
(Admito que sou um pouco sensível, mas fico triste quando alguém fala comigo nesse tom)

Quando se aprende uma língua estrangeira, tem-se a tendência de traduzir os pensamentos a partir da própria língua materna, e por isso, comunicar-se de maneira correta em situações estressantes requer uma boa preparação e esforço mental. Alguma vez você já pensou em fazer um curso online que combine o conhecimento das regras gramaticais e o vocabulário com uma boa compreensão da cultura e da expressão que esse idioma carrega? Com a ABA English, você não vai apenas aprender as regras da gramática inglesa, mas também as formas mais adequadas de se expressar em diferentes situações que enfrentará em sua vida diária. Por que não experimenta o nosso curso agora?

Sim, quero experimentar o curso!
OK, quero ver um curta-metragem!

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *